Você é um fornecedor ou um parceiro de negócios?

Empresas capazes de criar verdadeiras parcerias têm mais chances de se diferenciar no mercado e de progredir

Outro dia, um dos meus colegas me perguntou: “Qual é a diferença entre um fornecedor e uma verdadeira parceria de negócios? Esta é uma questão vital quando qualquer pessoa ou empresa está inovando, porque quando alguém está fazendo algo realmente novo, é quase impossível especificar com antecedência tudo o que você vai precisar de seus fornecedores. Afinal, você está ocupado criando algo nunca visto antes.

É claro que existe uma definição legal de uma parceria de negócios, mas eu estou interessado na ideia mais ampla, que cria uma relação comercial vibrante. E, quando penso nos fatores que diferenciam um “fornecedor” de um “parceiro de negócios”, cinco considerações me vêem à mente.

  1. Parceiros de negócios têm vulnerabilidade mútua e compartilham a tomada de riscos. Os relacionamentos comerciais com fornecedores podem ser formalizados para ter este tipo de dependência, mas normalmente eles não o fazem. Os fornecedores muitas vezes trabalham para cumprir um acordo ao pé da letra. Já os parceiros de negócios estão dispostos a fazer o que for preciso para a parceria dar certo.
  2. Parceria significa que vocês trabalham juntos para criar novas possibilidades no futuro. Geralmente, nos relacionamentos com fornecedores, olha-se muito para trás – para o que não foi e para o que poderia ser.
  3. Parceria significa que você tem uma relação social, bem como uma relação comercial. Em todos os acordos de parceria, há uma mistura de pessoal, bem como o compromisso comercial entre si.
  4. Parceria significa que você está disposto a deixar algumas coisas importantes não especificadas em prol da flexibilidade e devido à confiança que tem em seu parceiro. Esta pode ser a parte mais importante do ponto de vista de inovação em conjunto. Joint ventures ou acordos comerciais que começam com uma briga pelo capital intelectual ou por uma linha de produtos que será criada raramente têm sucesso.
  5. Talvez a mais importante característica da parceria é a de que as partes vivem o espírito do acordo, não a letra do mesmo.

Dado o momento do ambiente econômico atual, e a velocidade com que os negócios estão se transformando, as empresas que são capazes de criar verdadeiras parcerias terão oportunidade de se diferenciar no mercado e alcançar longevidade comercial. Além de ser muito mais divertido.

Fonte: IG Economia