Entenda os problemas iniciais após abrir uma pequena empresa

Os problemas iniciais após abrir uma Pequena Empresa

Abrir uma pequena empresa é o sonho de muitos brasileiros. A necessidade, o desemprego ou mesmo o descontentamento com seu emprego atual podem gerar nas pessoas o desejo de abrirem seu próprio negócio.

Abrir uma empresa pequena está cada vez mais fácil. Contudo, após a realização desse processo, podem surgir desafios com os quais o empreendedor não estava contando. A falta de planejamento, a falta de experiência no ramo, bem como motivações erradas para a abertura de uma empresa podem ser fatais neste início.

Mas não se assuste! Você pode tomar conhecimento desses desafios com antecedência, se preparar para enfrentá-los e não ser pego de surpresa, e até mesmo evitar alguns deles, garantindo, assim, que sua empresa trilhe o caminho correto rumo ao sucesso. É sobre isso que vamos falar no texto de hoje. Confira!

Desafios de gestão da pequena empresa

Nem todo mundo é acostumado a fazer planejamentos, mas na vida do empreendedor, aprender a planejar e tornar o planejamento um hábito em sua rotina é necessário.

Para iniciar o planejamento de sua empresa, responda à questão: Onde você espera que sua empresa chegue? Você quer que ela se torne uma das maiores em seu mercado ou basta que ela tenha lucro suficiente para sustentar a você e sua família? Além disso, em quanto tempo você espera cumprir esses objetivos?

É importante ser realista, pois para estruturar e alcançar o sucesso com um negócio, você precisa de muito trabalho e também de tempo. Não adianta esperar que em três meses sua empresa seja um sucesso e você fique rico. Portanto, reflita sobre essas questões e estabeleça indicadores realistas, que lhe mostrarão se está indo no caminho correto.

Por exemplo, se você espera que sua empresa tenha lucro suficiente para sustentar você e sua família em dois anos, estabeleça uma análise de seu fluxo de caixa mensalmente para saber em quanto tempo o valor que você recebe de seus clientes será suficiente para pagar as contas da empresa, por exemplo.

Em seguida, o tempo que leva para pagar as matérias primas. Se na metade do tempo estabelecido – no caso, desse exemplo, um ano – mais do que pagar suas próprias despesas, sua empresa já tiver lucros, faça prospecções a respeito da renda do próximo ano e pense em ações para fazê-lo crescer.

Plano de Negócios

Portanto, é importante que você, empreendedor, crie um plano de negócios que compreenderá informações primordiais a respeito de seu negócio. Nele devem conter: a descrição de sua empresa, uma estimativa do investimento de que precisa, o planejamento necessário para atingir seus objetivos, como já citamos acima, a pesquisa do mercado em que atuará e a análise de sua concorrência.

Reunir essas informações lhe trará clareza quanto à realidade em que seu negócio está inserido e ao percurso que deve ser percorrido para chegar ao sucesso. Saiba mais sobre planos de negócios.

Planejamento Financeiro

Também é necessário fazer um planejamento financeiro. Como já citamos, leva tempo para que uma empresa se torne lucrativa. Por isso, é necessário que haja recursos iniciais para manter seu negócio pelo menos até que ele seja auto sustentável.

Para ter uma projeção do valor necessário, pesquise os valores das matérias primas e produtos que utilizará, leve em consideração os custos para a manutenção do estabelecimento e multiplique esses valores por doze, para garantir que terá recursos suficientes para se sustentar pelo menos no primeiro ano de seu negócio.

Quando já tiver receitas, mantenha um registro preciso dos gastos e lucros de sua empresa, sempre analisando e diferenciando gastos essenciais dos supérfluos e valores destinados a fornecedores e colaboradores.

Além disso, é importante diferenciar as despesas pessoais do empreendedor e as da empresa, estabelecendo um “salário” para suas despesas essenciais.

Também é importante traçar diferentes planos de ações para o caso de mudanças no cenário econômico. Essas ações lhe ajudarão a gerir as finanças de sua empresa mais clareza.

Planejamento Tributário

O empreendedor precisa estar atento às questões tributárias ao abrir uma pequena empresa. Por isso, é necessário realizar um planejamento que leve em consideração todas as questões tributárias às quais todas as empresas estão obrigadas. Se realizado juntamente com uma assessoria contábil, esse planejamento pode auxiliar, inclusive, na redução de impostos. Leia mais sobre o planejamento tributário.

Retenção de Clientes

Conquistar e reter clientes é mais um dos desafios da pequena empresa. Em primeiro lugar, é importante definir e conhecer seu público-alvo, bem como seus hábitos de consumo. Feito isso, invista na divulgação de seu negócio. Esteja presente nas plataformas digitais, não apenas criando perfis, mas alimentando-os com postagens frequentes, que divulguem os benefícios de seu negócio para potenciais clientes e faça um bom atendimento por meio dessas plataformas. Confira dicas de marketing digital, clicando aqui.

Além da presença nas redes sociais, invista em um bom atendimento em sua empresa, procure sempre manter seus serviços e produtos atrativos para os clientes – seja por meio de novidades, promoções, benefícios, demonstrações dos produtos ou outras ações que incentivem a compra.

Avalie as pessoas que estão com você durante esse caminho

Inicialmente, você pode ter que cuidar de toda a gestão de sua empresa sozinho. Porém, seja por meio de uma sociedade, da contratação de colaboradores ou mesmo do apoio de familiares e amigos, você precisará ter pessoas ao seu lado no caminho do empreendedorismo.

É muito importante se cercar de pessoas que estejam alinhadas com sua visão e acreditam em sua empresa. Tome cuidado para não desanimar devido a pessoas que ainda não compartilham de sua visão, porque isso pode acontecer, e se possível, converse com elas e tente compartilhar sua visão.

Avalie sempre as pessoas que estão com você, pois a falta de conexão pode trazer dificuldades para o avanço do seu negócio.

Você precisa acreditar

É muito importante que essas pessoas acreditem tanto no seu negócio quanto você e estejam dispostas a fazer o necessário para que ele seja bem sucedido. Sim, é possível conseguir esse nível de engajamento de seus colaboradores, fornecedores e parceiros, mas para isso, é necessário que haja um compartilhamento de visão, metas e crenças entre o empreendedor e as pessoas com as quais ele conta em seu negócio.

Assim, é necessário que o empreendedor invista tempo e recursos para liderar e engajar sua equipe, e quando chegar a contratar gestores, buscar profissionais que consigam compreender sua visão e também invistam na motivação, treinamento e aperfeiçoamento da equipe.

Engajar sua equipe fará com que todos juntos trabalhem para o sucesso de seu negócio, e não apenas você, já que todos compartilham de sua visão. Além disso, o engajamento da equipe colabora no aumento dos lucros e da competitividade de sua empresa.

Relacionamento com os colaboradores

Dar aos seus colaboradores liberdade para expressarem ideias, sugestões e até descontentamentos fará com que eles se sintam parte relevante do negócio e despertará neles o sentimento de dono e o desejo de que seu negócio prospere. Portanto, invista em seus relacionamentos e compartilhe sua visão com seus colaboradores.

Mesmo que ainda tenha apenas um colaborador, faça com que ele sonhe com você e deseje trabalhar na empresa que você projeta que a sua seja no futuro.

Inicialmente, pode ser que você precise cuidar de todas as áreas da empresa sozinho, mas a partir de quando tiver condições, procure contar com profissionais para auxiliar nas áreas de finanças, compras, vendas, Recursos Humanos, contabilidade e marketing.

Esses profissionais podem atuar efetivamente para o crescimento de sua empresa. Você pode contratar profissionais para atuarem internamente ou empresas parceiras que fiquem responsáveis por essas áreas.

A importância de ter uma contabilidade especializada para uma pequena empresa

A gestão efetiva de uma empresa pode, por vezes, sobrecarregar o empreendedor. Ainda mais quando este precisa lidar com assuntos a respeito dos quais não tem domínio.

Mas a boa notícia é que você pode contar com prestadores de serviços para te auxiliar em todas as questões que citamos nesse texto.

Entre os que auxiliarão no sucesso de sua empresa a assessoria contábil te auxiliará no planejamento e gestão de sua empresa, garantindo sua saúde financeira.

Além disso, podem realizar o planejamento tributário, garantindo que o empresário não tenha problemas com a Receita Federal, prestar todo suporte nas áreas trabalhista, contábil e fiscal e fornecer relatórios gerenciais com informações valiosas para sua tomada de decisões, visando sempre o crescimento da empresa.

Dentre diversas questões devem ser avaliadas antes da contratação de uma contabilidade, é preciso saber se ela tem familiaridade com gestão contábil de pequenas empresas.

Esse é o caso da Soluzione Contábil, que possui ampla experiência em abrir uma pequena empresas e pode te ajudar para que sua empresa alcance o tão sonhado sucesso pelos caminhos corretos!

Conheça mais as facilidades para abrir uma pequena empresa que a Soluzione oferece falando com um de nossos consultores.

Para saber mais sobre os possíveis problemas que uma pequena empresa pode enfrentar em seu início, confira o vídeo abaixo.