Entenda porque o planejamento prévio é tão importante ao abrir uma empresa

As pessoas e profissionais que gostam de planejar cada um de seus próximos passos muitas vezes são objeto de brincadeiras por parte daqueles que possuem um perfil mais tranquilo e despreocupado. No entanto, o hábito de planejar pode ser a grande diferença entre o fracasso e o sucesso de um novo negócio.

Ainda que um plano não se torne um roteiro preciso do que ocorrerá no futuro (afinal sabemos que a realidade é bem diferente daquilo que se coloca no papel), ele pode facilitar e muito a vida do empreendedor. Saiba porque o planejamento prévio é indispensável para a abertura de uma empresa:

Conhecendo o mercado

Ao montar um planejamento do novo negócio, o empresário irá conhecer melhor o mercado em que atuará, especialmente suas forças e fraquezas diante da concorrência e as oportunidades e riscos do setor.

Isso evita chutes no escuro como a entrada em um mercado em que o produto ou serviço oferecido é irrelevante ou possui concorrência acirrada, por exemplo. Ainda que a nova empresa realmente queira entrar em um segmento com essas características, o planejamento ao menos garante que o empreendedor se prepare melhor para o que está por vir.

Estratégia matadora

Uma empresa sem estratégia para crescer e sobreviver não é diferente de uma embarcação repleta de marinheiros que remam em direções diferentes. Dificilmente ela chegará a um lugar, se é que alguém por ali quer chegar a um destino.

O planejamento prévio é a hora que o empresário coloca no papel a missão, visão e valores da organização. Por mais que pareça mais uma medida burocrática, o exercício de definir o que a empresa quer alcançar e como ela pretende chegar lá é extremamente desafiador e pode oferecer novas perspectivas sobre o negócio a seus líderes.

Começando no verde

Antes do início das operações, o planejamento prévio também ajuda o empresário a estimar os custos da empresa, sejam eles fixos ou variáveis.

Dessa forma, ele saberá quanto precisa faturar não somente para cobrir essas despesas, mas também para remunerar o capital investido por seus sócios e proprietários.

Compreendendo o sucesso

Imagine que a empresa chegou ao final do seu primeiro ano de atividade com um lucro de 50 mil reais. Ótimo, não é mesmo? Não!

Sem um planejamento prévio, o empreendedor não saberá se o resultado alcançado após um determinado período de tempo é realmente positivo ou se poderia ter sido melhor.

Somente planejando a empresa é capaz de saber aonde quer chegar e recompensar as pessoas e equipes responsáveis pelos resultados obtidos.

Formando alianças

Uma empresa que está entrando no mercado precisa ‘vender seu peixe’ para diferentes públicos: novos funcionários (que precisam acreditar na solidez do negócio para assumirem um cargo), clientes, possíveis investidores, fornecedores, entre outros.

Ao desenvolver um bom planejamento, o empreendedor é capaz de apresentar as informações que dizem respeito a cada um desses públicos de forma mais eficaz, conquistando confiança rapidamente e estabelecendo alianças que podem ser o grande diferencial para sua competitividade no mercado no futuro.

Se você está pensando em abrir uma empresa sem planejar, pode parar por aí! Mesmo que nada aconteça como estava escrito no papel, o planejamento é uma das colunas de sustentação de sua empresa em seus primeiros passos no mercado.

Fonte: Departamento de Relacionamento da Soluzione Assessoria e Consultoria Contábil