A importância de ouvir seu Contador

A importância de ouvir seu contador

Você que acha que a importância de um contador para uma empresa pode ser dispensável, lhe faço a seguinte pergunta:

Você já parou para pensar na experiência no ramo, na noção financeira, que um contador tem?

Tamanha importância, por sinal, tem sido crescente e ganha cada vez um peso maior. Anteriormente, um contador tinha uma única função de calcular tributos e apurar as demonstrações financeiras. Nos dias de hoje, a importância dessa função, em uma empresa, ganhou um espaço muito maior. Esse cargo passou a ser mais participativo na gestão de uma empresa, as coisas ficaram mais automatizadas e os trabalhos com os dados ficaram mais práticos e evoluídos.

Fazer um planejamento com o contador tornou-se uma missão muito mais comum e o processo de acompanhar os resultados virou uma rotina.

 

Veja cinco motivos pelo qual o contador pode ter importância fundamental na sua empresa

1# – A obrigatoriedade de ter um contador para manter a escrituração contábil

Para quem não sabe do que se trata, a escrituração contábil nas empresas é o nome dado ao processo realizado para registrar as operações que envolvam recursos financeiros, direitos, bens e também obrigações.

Creio que você já possa imaginar que isso é obrigatório e fundamental para qualquer empresa.

Esse procedimento costuma ser realizado por meio da execução de serviços de escrituração de todo o material vinculado à contabilidade de sua empresa.

Não importa o tamanho ou o regime de tributação da sua empresa ou entidade, é uma obrigação de qualquer contador, devidamente habilitado, realizar esse procedimento. Trata-se de um trabalho técnico do profissional da área.

Ressalto isso, pois, é muito comum vermos empresários que costumam negar a obrigatoriedade desse serviço, partindo da premissa de que empresas de pequeno porte, microempresas e aquelas que são tributadas pelo Simples Nacional, são livres da tarefa de providenciar escrituração contábil completa, de acordo com o Imposto de Renda. No entanto, isso não condiz com a realidade, pois a elaboração da contabilidade não é a mesma coisa do que está previsto na legislação do Imposto de Renda.

A contabilidade é fundamental para a tomada de decisões em um negócio. Negligenciar a necessidade de trabalhos como esse é prejudicar a própria empresa.

 

2# – A experiência em gestão de empresa dos contadores

Por tudo que estamos falando na introdução e no item acima, não há como deixarmos de ressaltar a afirmação desse item.

O bom contador possui uma experiência extrema em gestão de empresas. Seu trabalho é pautado nisso.

Seus serviços são inteiramente baseados nas questões financeiras, trata-se de um serviço especializado e bem focado. O trabalho financeiro fica a cargo deles.

Seu trabalho vai muito além das questões técnicas, hoje em dia, somos acostumados a ver contadores fazendo muito mais do que isso. O trabalho que vemos é de assessoria e consultoria na gestão dos empreendimentos, trazendo um serviço que não se limita a prestar contas, mas se amplia para atender ao empresário em tudo que ele precisa quando o assunto é financeiro.

As informações que são disponibilizadas por trabalhos de contabilidades que são realizados acabam servindo de subsídio para as decisões que precisam ser tomadas pelos empreendedores. Esse tipo de serviço é cada vez mais comum e possibilita que as empresas tracem planos de ação a partir de tais dados.

Aquelas que não adotam tal procedimento acabam sendo superadas por concorrentes mais bem preparados.

Quando falamos em momentos de crise, essa responsabilidade acaba sendo ainda maior. O contador é capaz de traçar panoramas sobre a situação financeira da empresa e, a partir disso, o empreendedor pode decidir como agir.

3# – O conhecimento tributário com foco em economia de impostos

Também na questão do conhecimento tributário, o papel do contador é de extrema importância.

Por estarem totalmente presentes e a par de tudo que acontece na parte financeira de uma empresa, os contadores dispõem de recursos suficientes para entender como funciona a contabilidade tributária dela.

Fazendo uso de todas suas artimanhas no conhecimento sobre tributos e seus regulamentos, esses profissionais não costumam se ater em deixar os impostos organizados e pagos em dia. Também é função do contador organizar essas tarefas com um rigor de atenção fora do comum, pois errar nesse procedimento significa tornar os impostos ainda mais caros, o que, convenhamos, é motivo de desespero para qualquer empresário, no cenário em que vivemos.

Cabe ao contador, conferir devidamente os saldos das contas, com um balanço bem eficaz, coibindo riscos de ter que arcar com despesas de tributos muito mais pesadas do que estava previsto. Isso refletiria nos lucros do empreendimento e é por isso que esse processo precisa ser realizado com um máximo de atenção.

4# – Orientação para evitar passivos trabalhistas

Outra importante ação do contador está nessa questão.

Evitar passivos trabalhistas é uma dura missão para qualquer empreendimento, mas também nesse fator, o profissional de contabilidade pode ser bastante útil.

Ele, munido de seu conhecimento em procedimentos trabalhistas, se encarrega de alertar seu cliente ou empregador, quanto aos procedimentos obrigatórios que precisam ser adotados por qualquer empresa.

Seja na questão fiscal, contábil ou no departamento de pessoal, o contador precisa sempre se atualizar em relação a assuntos trabalhistas que podem vir a refletir na gestão do seu departamento. Com um controle bem feito acerca desses assuntos, a área de recursos humanos está trabalhando para ajudar a evitar os temidos passiveis trabalhistas.

5# – Conhece os principais desafios do empreendedor

Como foi falado no segundo item, esse profissional é uma espécie de consultor financeiro do empreendedor.

Mensalmente ele fica encarregado de prestar esclarecimentos sobre balancetes contábeis sobre a empresa.

Além disso, é também o contador que orienta a respeito do formato legal que uma empresa precisa adotar, o que reflete no setor de impostos da empresa.

Ele conhece tudo a respeito da parte financeira da empresa.

Com a tecnologia que temos hoje, o contador tem em suas mãos softwares de gestão contábil, que possibilitam um controle mais completo e eficiente na administração dos dados de sua empresa.

Por fatores como esses e todos os outros que citamos nos itens anteriores, não há como negar que para ser contador não basta fazer um trabalho puramente técnico, mas ser um braço direito do empresário. Acompanhando não apenas dos serviços burocráticos, mas também no empreendimento e nos estudos das decisões que poderão ser tomadas.

Fazendo o acompanhamento você verá que é possível traçar metas, estabelecer planejamentos estratégicos e financeiros, e muitas outras providências que poderão ser fundamental para você colher bons frutos no seu investimento.

Vale ressaltar que, o trabalho de um contador é tão essencial em uma empresa que ele pode, inclusive, responder por seus atos, com a possibilidade de perda de seus bens para ressarcir possíveis danos, se houver alguma ocultação de caráter intencional.