Abrir uma Empresa de Reciclagem

Apresentação do Negócio

O termo reciclagem tornou-se amplamente difundido na mídia brasileira no final da década de 1980, quando vários estudos publicados indicaram que as fontes de petróleo e de outras matérias-primas não-renováveis estavam muito escassas. Além disso, surgia uma nova situação, principalmente nas grandes cidades: falta de espaço físico adequado destinado a montagem de depósitos de lixo (lixões, aterros sanitários) e de outros dejetos produzidos pela sociedade.

Assim, diversas pesquisas científicas, realizadas por órgãos federais e privados, divulgaram os mecanismos e maneiras que possibilitam variadas formas de reciclagem. Esse processo é denominado de reaproveitamento dos materiais descartados: nele, o lixo se torna matéria-prima a ser transformada e destinada à fabricação de um novo produto. Existem inúmeros materiais recicláveis, mas neste trabalho serão tratados especificamente a reciclagem de papel, plástico, garrafa PET e pneu.

A principal vantagem da reciclagem é a sensível redução do consumo incontrolável das fontes naturais de matéria-prima, já que, na maioria das vezes, não são renováveis. Além disso, quanto maior for o número de produtos reciclados, menor será a quantidade de resíduos que necessitam de tratamento. Os dejetos, quando não reciclados, são aterrados, incinerados ou ainda lançados em leitos de córregos, rios, entre outros, sem nenhum controle ambiental.

Nesta “Ideia de Negócio” serão apresentadas informações importantes para o empreendedor que tem intenção de abrir uma Empresa de Reciclagem. Entretanto, este documento não substitui o Plano de Negócios, que é imprescindível para iniciar um empreendimento com alta probabilidade de sucesso. Para a elaboração do Plano de Negócio deve ser consultado o SEBRAE mais próximo.

Mais informações >>>